Entrevista


Entrevista com Edgar Silva, VP da WSO2 para a América Latina

Esta entrevista foi visualizada 25941 vezes.

Publicado em 10/11/2015 às 18:12

Versão para impressão Enviar por email



Por Rafael Peregrino da Silva


A Linux Magazine conversou com Edgar Silva, Vice-Presidente da WSO2 para a América Latina. A WSO2 é considerada um dos poucos fabricantes de software no mundo a fornecerem uma plataforma de middleware completa (e é o único fabricante a ter aberto o código da plataforma inteira).


Edgar não é novato quando se trata do tema middleware: foi gerente da divisão de JBoss da Red Hat no Brasil e diretor da divisão de Fusion Middleware da Oracle Brasil, sendo considerado uma das maiores autoridades desse segmento no país.


Linux Magazine » Como o projeto WSO2 começou? Conte-nos um pouco da história do projeto.


Edgar Silva » A WSO2 começou em 2005, fundada por 2 Engenheiros oriundos da IBM, respectivamente Sanjiva Weerawarana, que permanence até hoje como o CEO e Arquiteto Chefe, e o Paul Fremantle, que atualmente se dedica ao seu PHD. A empresa nasceu com 3 produtos, e em 2015, temos cerca de 20 produtos, e crescendo. A visão da empresa é trazer a possibilidade das empresas, pessoas e negócios poderem estar conectados.


Edgar Silva, VP da WSO2 para a América Latina


LM » Como os desenvolvedores podem usar o WSO2 em seus projetos? O que é necessário saber para isso?


ES » Partimos de uma premissa que “configurar” ao invés de “programar”, logo, desenvolvedores e arquitetos com uma base de conhecimento fundamental, conseguem usar nossos produtos, que até o momento são construídos em Java, entretanto temos clientes que utilizam outras plataformas, de .NET a Node.JS, afinal, nós entregamos nossas soluções sempre 100% aderentes a padrões de mercado e também 100% de nosso código é aberto, sob licença Apache. Sendo assim, de acordo com a necessidade de casos de uso de nossos clientes, mesmo com conhecimentos básicos, eles podem tirar grandes benefícios de nossos produtos e plataforma.


LM » Qual é o diferencial do WSO2 diante dos outros sistemas middleware disponíveis no mercado (JBoss/WildFly, Fusion Middleware etc.)? Fale um pouco sobre a arquitetura e as vantagens do sistema.


ES » A diferença principal de nossa plataforma é tudo que temos em termos de produto ser desenvolvido sob o mesmo code-base, ou seja, através da nossa plataforma Carbon, baseada em OSGI, nós possuímos serviços comuns como UI, Clustering, Segurança, Acesso a Dados, Registro etc a todos os produtos que são plugados a mesma. Desta forma, nós temos uma experiência unificada de uso e administração de nossos produtos. Nossos principais concorrentes tiveram que adquirir outras empresas para poder terem uma “plataforma” completa, e todos sabem o quanto integrar componentes construídos em timelines diferentes, por times diferentes e muitas vezes com objetivos diferentes é complicado. Com isto, nossos clientes ganham uma extraordinária vantagem de performance, fácil administração e sempre tem os produtos mais inovadores possíveis para mantê-los como líderes de mercado. Outra grande vantagem é olhar sempre para inovação, por exemplo, nós conseguimos direcionar nossa inovação de forma uniforme, sempre estando muito a frente, mesmo de empresas que possuem mais verba de R&D que nós, isso se deve a alguns fatos, como por exemplo: um time extremamente colaborativo e conectado, trabalhando para trazer inovações consistentes para o mercado. Por exemplo, já nos adaptamos ao mercado de Containers, DevOps e MicroServices de uma maneira extremamente rápida e efetiva, e sempre trazendo benefícios para os clientes existentes e os que estão por vir.


LM » Dê alguns exemplos de projetos que foram feitos com o WSO2?


ES » Temos alguns clientes emblemáticos, entre eles eBay, que processa bilhões de transações ao dia, Boeing que gerencia diversas informações de sua plataforma de valor agregado de suas aeronaves, além de CISCO, Experian, T-System, e na América Latina tivemos no ano de 2015 um crescimento muito interessante, e em breve poderemos abrir alguns clientes para o mercado.


LM » Qual é a previsão de market share para o WSO2 para os próximos anos? O que embasa essa previsão?


ES » Nós crescemos de forma muito saudável ano sobre ano, nossa taxa de renovação de suporte e serviços é de cerca de 90%, o que garante uma receita recorrente e maior tranquilidade para investimentos e inovação para nossos clientes. Nós temos a visão de sermos os líderes no mercado de Middleware, “honestamente, a estrada será longa, mas ao mesmo tempo, não temos pressa”, esta é uma frase de nosso CEO, muito frequente em várias reuniões e até eventos externos.


LM » Quais são as principais parcerias que o WSO2 tem hoje para alavancar a sua adoção pelo mercado corporativo?


ES » Temos algumas alianças globais e vários parceiros locais em diversos estados no Brasil e na América Latina, temos profissionais certificados e treinados literalmente de norte(Belém) a sul (Paraná), além de grandes projetos que acontecem em Brasília, e vários outros nos países vizinhos como Argentina, México, Colombia, Chile, Republica Dominicana, Equador etc.


LM » Como está a adoção do sistema no Brasil? Qual está sendo a percepção do WSO2 no mercado nacional? Que estratégia a empresa tem para aumentar a penetração no mercado brasileiro?


ES » Nosso target de vendas foi praticamente alcançado em nosso Q3 (Terceiro Trimestre), e o potencial é de termos um alcance de 200 a 250% do Target, o que mostra uma grande saúde e força de execução do time local e nossos parceiros. Nossa estratégia é crescer de forma saudável, com projetos de sucesso e clientes felizes, para que esta atmosfera positiva seja a melhor campanha publicitária possível.  Vamos investir em mais presença de marketing, pois como latinos, temos a frase comum “quem não é visto não é lembrado”, e quando formos vistos, que seja Se Deus Permitir, sempre com grandes casos de êxito.


LM » Como o sistema está posicionado diante dos desafios da tecnologia para os próximos anos (Big Data, IoT, dispositivos móveis e vestíveis etc.)?


ES » Resiliência, esta é a palavra chave para atender estas demandas, e as demandas que nem eu nem ninguém espera, por exemplo, o que era o Docker em 2012? O que é o Docker hoje?!  Especialmente se compararmos por exemplo com projetos como o OpenStack.  Então, é importante estarmos preparados para seja qual for o desafio, seja a próxima tendência de Analytics, seja a próxima onda de Devices.  Hoje nós possuímos Hadoop como parte de nosso portfólio, além de já ter integrado Spark, Storm, MQTT e ainda outras tendências para atender vários destes e novos desafios que nos propomos em nosso dia-a-dia, especialmente quando nos desafiamos e nossos clientes a criarmos sempre soluções inovadoras e disputivas.


LM » Uma mensagem final para nossos leitores?


ES » Gostaria de agradecer a oportunidade em compartilhar um pouco da WSO2, realmente é uma empresa que merece uma certa atenção, e com certeza, como eu falo sempre seja para amigos, clientes e ate família: “É a próxima grande empresa”, então, se você estiver buscando uma nova plataforma de soluções para entregar valor de forma rápida, simples e com investimentos acessíveis, com certeza WSO2 poderá ser sua opção.


Comentários

lançamento!

LM 119 | Backup e Restauração




Impressa esgotada
Comprar Digital  R$ 10,90 Digital

  1. Baixe o curso de shell script do Julio Cezar Neves

    Publicado em 07/04/2008 às 19:41 | 438007 leituras

  1. Soluti Certificação Digital em busca de especialista Linux

    Publicado em 19/04/2017 às 17:18 | 391885 leituras

  1. Seminário sobre gestão de privilégios do Linux dá direito a certificado CPE

    Publicado em 23/05/2017 às 10:35 | 307918 leituras

  1. Novo evento "Universidade Livre" será realizado em Belém/PA em 06/05/2017

    Publicado em 28/04/2017 às 11:19 | 190655 leituras

  1. Resultado do concurso "Por que eu mereço ganhar um netbook?"

    Publicado em 30/09/2009 às 3:00 | 186947 leituras

  1. Administrador de storage: desponta um novo profissional na TI

    Publicado em 05/09/2013 às 10:21 | 7716 leituras

  1. Xen: dom0 no Linux 2.6.27

    Publicado em 28/11/2008 às 11:22 | 9922 leituras

  1. Redes comerciais 4G na América Latina chegam a 14 em 2012

    Publicado em 25/02/2013 às 9:33 | 8043 leituras

  1. Segurança nos sites do governo

    Publicado em 30/06/2011 às 14:29 | 13180 leituras

  1. Conheça os nomeados desse ano para os "Oscars de Segurança"

    Publicado em 24/07/2012 às 9:59 | 9297 leituras

whitepapers

mais whitepapers